Header Ads

Como desenvolver o compromisso em um casal


Em todo o quebra-cabeça de fatores que constituem o relacionamento de um casal, a independência e o comprometimento às vezes são duas peças difíceis de encaixar. O compromisso de um casal pode ser difícil de administrar e gostaria de fornecer algumas orientações neste artigo.

Está se tornando cada vez mais difícil manter o vínculo entre duas pessoas ao longo do tempo. Isso pode ser devido ao medo de se comprometer mais, à escolha ou a qualquer outra circunstância. Como diria o sociólogo Zygmunt Bauman, vivemos na era dos relacionamentos líquidos.

Como casal, o relacionamento deve promover uma evolução positiva de ambas as pessoas. Eles devem fortalecer o amor e a confiança no relacionamento, mas cada um deve cuidar de si também.

O que quero dizer aqui é que o fato de você estar em um relacionamento não implica que você tenha que desistir do que e de quem você é. Significa simplesmente que você deve manter o relacionamento saudável e, por sua vez, criar um vínculo de amor, apoio e afeto.

Para fazer isso, você precisa saber como administrar seu relacionamento de maneira adequada, e o comprometimento no casal é uma área fundamental. Vamos nos aprofundar um pouco mais nisso.

Somos seres sociais e, embora seja cada vez mais difícil pedir ou expressar afeto, quase todos gostamos de nos sentir amados. Sentir-se assim é muito bom e esse sentimento se fortalece quando há um bom relacionamento.

O que é compromisso em um casal?

Qualquer relacionamento de longo prazo, seja um negócio, amizade ou outro tipo de relacionamento, requer o comprometimento dos envolvidos. Em casais, acontece a mesma coisa. O amor não é suficiente. Você precisa de um tipo de acordo - algo que mostre que você está disposto a investir esforços no relacionamento.

O tempo passa, as pessoas evoluem e as rotinas são estabelecidas. Então, torna-se necessário que as partes ajam em virtude de um acordo mútuo para manter a relação no tempo. O compromisso de um casal é a chave para a sobrevivência do relacionamento.

Uma vez que o estágio de paixão termina, a pessoa começa a realmente conhecer a outra pessoa de forma mais objetiva. A expectativa deixa de ser o núcleo central do relacionamento, e a venda que, de alguma forma, te impedia de ver como a outra pessoa realmente era cai.

Neste ponto, você verá se foi o amor verdadeiro que os uniu. É agora que ele é posto à prova. Se esse amor realmente existe em ambos os lados, então vocês podem dar um passo adiante para estabelecer um compromisso como casal. Esse acordo pode então trazer estabilidade e confiança no futuro do casal e levar ao noivado ou casamento.

Esse tipo de compromisso exige que você leve em consideração as necessidades da outra pessoa, e não apenas as suas . Significa cuidar uns dos outros, passar bons momentos juntos, buscar o bem-estar e, acima de tudo, amar uns aos outros.

Como administrar seu compromisso como casal de maneira satisfatória

“Amar não é olhar um para o outro, mas sim, vocês dois olhando na mesma direção.” - Antoine de Saint-Exupéry

A psicóloga e diretora do Transition Family Center Judith S. Wallerstein afirma que, para gerir e fortalecer o compromisso do casal com um futuro comum, são fundamentais as seguintes recomendações:

1. O relacionamento deve ser seu suporte diante da adversidade

É impossível evitar os problemas que a vida cotidiana nos traz. Estresse, responsabilidade excessiva, problemas no trabalho ou uma série de outras preocupações causam situações que podem nos influenciar negativamente.

É por isso que ter um parceiro para compartilhar como você está se sentindo, ou para desabafar, é realmente benéfico. Assim, vocês podem apoiar-se mutuamente e refugiar-se no amor dele/dela diante das adversidades diárias.

Nessa perspectiva, os casais são uniões que deveriam permitir que ambos se escutassem, se apoiassem, cuidassem um do outro e se confortassem. Como é maravilhoso quando ele/ela fornecem o alívio, o descanso e a calma de que você tanto precisa.

Seu parceiro pode ser aquele oásis de paz ao qual você pode sempre voltar, e aquele raio de luz entre a escuridão e a cor naqueles dias nublados. E, claro, você pode ser o mesmo por ele.

Para que isso aconteça, é essencial que você:

  • Ouça ativamente.
  • Deixe a outra pessoa falar.
  • Sinta empatia.
  • Estabeleça meios de comunicação eficazes que lhe permitam expressar suas opiniões.
  • Evite ofender a outra pessoa quando ela tentar expressar suas opiniões e pontos de vista.

2. Gerenciar crises de relacionamento de forma eficaz

As crises às vezes são inevitáveis ​​e até necessárias em um relacionamento. Geralmente implicam que o casal está em um processo de evolução que os ajudará a não ficarem paralisados ​​em fases que deveriam ter sido superadas. No entanto, é muito importante saber navegar por elas para manter intacto o compromisso de um casal.

As crises de casal são oportunidades de transformação e de fortalecimento do vínculo de amor.

Assim, o gerenciamento de crises no casal pode ser realizado por meio da paciência, assertividade, empatia, compreensão, comunicação e apoio mútuo. No entanto, é importante ter em mente que sempre haverá diferenças. Cada pessoa sempre carregará consigo aspectos e influências de seu passado.

No entanto, o gerenciamento adequado de crises permitirá que você se adapte às circunstâncias novas e mutáveis.

3. Respeito

Respeito mútuo significa abraçar a individualidade da outra pessoa  e aceitá-la como alguém que o complementa, e não como alguém que deve pensar e agir como você.

Se você respeitar as decisões e formas de pensar de seu parceiro, e mostrar a ele que os valoriza, você promoverá o comprometimento em seu relacionamento, desde que ele faça o mesmo por você.

4. Seja honesto

Em um relacionamento saudável, mentir nunca é bom. Todos nós temos nossos segredos e não precisamos compartilhar absolutamente tudo. No entanto, mentir direta e intencionalmente para a outra pessoa é algo bem diferente.

Por isso, é vital sempre ser honesto e sincero em todas as suas negociações. Você pode ser real ao mesmo tempo e valorizar o jeito do outro fazer as coisas, com todos os seus defeitos e virtudes.

5. Manter o equilíbrio no relacionamento

Deve haver um compromisso igual de ambas as partes. Se uma pessoa dedica muito esforço ao relacionamento e está comprometida, enquanto a outra não faz muito esforço, então o relacionamento está fadado a ter problemas.

Portanto, as decisões, o compromisso e o que você oferece à outra pessoa devem ser recíprocos. Ao mesmo tempo, você não deve esquecer o que a outra pessoa faz por você.

Assim, vimos a importância do compromisso em um casal se quisermos manter um relacionamento de longo prazo. Amor, empatia, esforço e comunicação são pilares fundamentais que podem ajudá-lo.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.