Header Ads

A relação entre baixa autoestima e auto sabotagem


Baixa autoestima e auto sabotagem formam uma combinação perigosa. A mistura de insegurança e pensamentos obsessivos e persistentes afetam negativamente seu senso de valor próprio e potencial. É viver uma vida controlada pelo medo.

A baixa autoestima e a auto sabotagem são más combinações que podem afetar negativamente o potencial humano, a autoestima e a integridade pessoal. Quando isso ocorre, você fica sem autoconfiança, se sente inseguro e uma vozinha em sua cabeça diz que você vai falhar, que não adianta sonhar ou se sentir esperançoso.

Se você pudesse ouvir as vozes de metade das pessoas que você encontra diariamente, você descobriria algo tão revelador quanto assustador. Muitas pessoas têm padrões de pensamento autodepreciativos e se criticam constantemente. A maioria de nós é nosso pior inimigo.

A auto sabotagem é comum. É muito fácil se envolver nisso e muitas situações têm o potencial de acioná-lo. Torna-se um problema real quando você deixa que ela controle sua vida e aquela vozinha se torna a voz dominante. Ninguém deve se maltratar. No entanto, isso acontece quando você negligencia sua autoestima e bem-estar.

“Um homem não pode se sentir confortável sem sua própria aprovação.” - Mark Twain

Baixa autoestima e auto sabotagem

Sabemos que a baixa autoestima e a auto sabotagem andam de mãos dadas. Mas o que vem primeiro? Uma subvalorização de quem você é ou aquele diálogo interno negativo que corrói sua autoestima? A verdade é que você não pode realmente separar os dois, já que ambos respondem a uma mentalidade que está focada no fracasso, na insegurança e na falta de autoestima.

É muito fácil dizer a alguém que você ama que ela precisa se amar mais e tentar aumentar sua autoestima. No entanto, esse conselho cairá em ouvidos surdos se eles não souberem como ser gentis consigo mesmos. Talvez tenham sofrido de baixa autoestima desde a infância. Se for esse o caso, esses padrões de pensamento negativos e conversa interna são muito difíceis de mudar. A auto sabotagem se torna um padrão crônico.

Em um estudo conduzido por Jennifer Campbell na University of British Columbia, os pesquisadores obtiveram alguns insights interessantes sobre a autoestima. Eles descobriram que a autoestima esclarece seu autoconceito. Consequentemente, encorajar uma autoestima saudável desde cedo ajuda as crianças a crescerem com uma personalidade resiliente e melhores ferramentas para ajudá-las a lidar com os desafios.

Ao contrário, se sua infância foi repleta de medo, insegurança e ansiedade sobre atender às expectativas das outras pessoas, não será fácil mudar sua mentalidade. Esse tipo de problema crônico requer um trabalho mais profundo.

Liberte-se do cavalo de Tróia dos seus pensamentos

É importante saber se a autoestima e a auto sabotagem são uma constante em sua vida. Você pode pensar neles como “Cavalos de Tróia” ou “vírus” que estão infectando sua mentalidade. Eles têm objetivos claros: interferir em seus projetos, destruir seus sonhos e transformá-lo em alguém de quem você não gosta particularmente .

Não culpe sua educação ou o que outras pessoas disseram ou fizeram você acreditar sobre si mesmo. Sua autoestima é um produto de como você fala consigo mesmo e interpreta suas experiências e o mundo ao seu redor.

Livrar-se desses cavalos de Tróia curará seu diálogo interno . Nunca diga ou pense “Não posso” ou “Sou um inútil, todo mundo vai pensar que sou um fracasso”. Não desacredite sua própria humanidade. Você nasceu por uma razão, então tente esclarecer seus objetivos e seu propósito. O que dá sentido à sua vida?

Não fazer nada também é auto sabotagem

Quando falamos sobre auto sabotagem, você provavelmente imagina alguém pensando coisas negativas sobre si mesmo. Embora seja verdade, a auto sabotagem tem muitas outras faces. Duas delas, talvez as mais relevantes, são procrastinação e não reagir a coisas que magoam, preocupam ou assustam. Desistir de seus projetos e deixar o medo do fracasso paralisar você também pode prejudicar sua autoestima.

Se você realmente deseja ter uma autoimagem positiva, use seus pontos fortes com sabedoria. Seja proativo, termine o que começou, assuma compromissos e encontre maneiras de aproveitar a jornada.

Responsabilidade

Se você quer lutar contra sua baixa autoestima e tendências de auto sabotagem, precisa ter um forte senso de responsabilidade pessoal. Afinal, algumas situações irão colocá-lo à prova em sua vida. Você tem que saber como reagir, se adaptar e responder a elas. Sua obrigação é fazer isso da melhor maneira possível.

Consequentemente, se você deseja ter uma boa autoestima, amar a si mesmo não é suficiente. Você também precisa aceitar suas arestas e reconhecer todos os seus erros, traumas, decepções e contradições. Você é o pacote completo. Além disso, é fundamental aprender a ser suficientemente compassivo consigo mesmo para se permitir cometer erros, mas exigente o suficiente para se sentir motivado a crescer e evoluir a cada dia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.