Header Ads

O que é o Ego - A Ilusão do Ego


Você é seu nome, individualidade, personalidade ou corpo, ou são apenas ferramentas que usa para se expressar no mundo externo?

Essas não são perguntas estranhas e sem sentido. Você já questionou sua identidade ou se perguntou quem você realmente é? É mais provável que você nunca tenha feito isso.

A Ilusão do Ego

Se alguém chamasse seu nome, você viraria a cabeça para ver quem te chamou, mas você não é o seu nome. Seu nome é apenas um determinado som que o identifica quando alguém quer se dirigir a você.

O que aconteceria se você mudasse de nome, você ainda não seria a mesma pessoa?

Você muda as roupas que veste. Você muda o seu penteado e às vezes pode tingir o cabelo. Isso muda quem você realmente é? Não, não muda. Você apenas muda sua aparência externa e acredita que mudou a si mesmo.

Você pode mudar de emprego, carro ou casa, mas ainda é a mesma pessoa. Essas são mudanças externas, mas o “você interior” não muda.

A maioria das pessoas também considera seus bens, nome, trabalho, status ou o que está vestindo como parte delas. Se perderem um de seus pertences ou se algo se quebrar, elas se sentirão como se tivessem perdido uma parte de si mesmos.

O que é o ego?

Vamos tentar definir o que é o ego.

O ego é a soma total de nossos pensamentos, crenças e hábitos, junto com a identificação com o corpo.

O ego é a identificação de sua consciência com seu corpo físico, emoções e pensamentos. Para se expressar no mundo exterior, sua consciência precisa do corpo físico, das emoções e dos pensamentos, e se identifica com eles. Isso cria o ego.

Seus pensamentos evocam sentimentos e desejos, que levam à ação. Se um desejo não pode ser satisfeito, pode surgir raiva, infelicidade ou frustração.

Sua consciência-essência-espírito infunde vida e vitalidade no corpo, nas emoções e nos pensamentos, e se expressa por meio deles.

Como você vê, o ego não é uma entidade independente. É composto pelos componentes listados acima, juntamente com a consciência-espírito-vida que o ativa.

A identificação da consciência com este trio é muito forte, e a maioria das pessoas não percebe esta identificação errônea.

O “você real”, a sua essência, é livre, perfeito e independente.

O corpo, os pensamentos e os sentimentos são temporários e mudam constantemente. Essa mistura cria o ego, e isso frequentemente leva a vários desejos, medos e preocupações, a conflitos com outros egos, a mal-entendidos, raiva e conflitos internos.

Cada ego se considera real e deseja se proteger e ganhar poder sobre outros egos. Isso pode levar a confrontos, brigas ou até guerras. Cada ego está acorrentado ao seu sistema de crenças, pensamentos e ideias e fará de tudo para defendê-los.

O ego é como uma máscara que você coloca sobre si mesmo e age de acordo com ela.

Se você continuar a se identificar com seu ego, você se limitará e limitará seu pensamento e suas ações. Você pensa e se comporta de maneiras estabelecidas e pode se tornar intolerante e sem consideração pelas outras pessoas.

Menos identificação com a personalidade do ego traz uma sensação de felicidade e liberdade.

O Ego do Grupo

Até agora, falamos sobre o ego individual, mas também existem egos maiores e compartilhados - egos de grupo, com os quais as pessoas se identificam. Eles também são chamados de egos agregados.

A maioria das pessoas tende a aderir e fazer parte de um ego maior. Eles podem fazer isso de forma consciente e intencional, ou pode fazer parte de sua criação e educação. Esse ego maior pode ser sua família, religião, local de trabalho, bairro, partido político, cidade, país e até mesmo seu time de futebol.

Algumas pessoas se identificam com um determinado pensamento, ideia ou causa comum e se unem a grupos de pessoas com pensamentos ou objetivos semelhantes. Isso pode às vezes levar a conflitos com outros grupos que acreditam e apoiam diferentes conjuntos de pensamentos e ideias.

Vejamos o que acontece nas competições esportivas. Se você é fã de um determinado time esportivo e seu time perde, você fica deprimido e com raiva. Se vencer, você se sente feliz e exultante. O mesmo acontece com os partidos políticos e outros tipos de grupos.

Nesse caso, qualquer coisa que aconteça ao grupo que você apoia afeta você profundamente, porque você se sente parte desse grupo. Você também irá defendê-lo se alguém disser algo contra ele.

Frequentemente, esses egos maiores se opõem, falam uns contra os outros e podem até lutar uns contra os outros. Cada ego-grupo acredita que está certo e os outros estão errados. Não é um pouco engraçado e ao mesmo tempo trágico?

É a mesma força vital passando por todos os egos, ativando-os e dando-lhes vida. Identificar-se com o ego faz com que você veja as diferenças, mas se identificar com a força vital, permite que você veja através do ego e perceba a realidade como ela é - una e indivisa.

Elevar-se acima do ego faz com que você perceba que bloqueia a visão e o entendimento claros, fazendo-o acreditar que você é uma certa individualidade-personalidade e que as outras pessoas estão separadas de você, seus oponentes, rivais e, às vezes, seus inimigos.

O Todo ou Força Vital que se manifesta através de cada um através de sua Centelha Divina(Eu Superior) é a mesma força-poder. É um poder homogêneo, mas se manifestando por meio de personalidades diferentes.

O Todo é como eletricidade. É a mesma eletricidade fazendo funcionar diferentes instrumentos, como TV, computador, forno ou ar condicionado. Da mesma forma, o Todo é um poder homogêneo, ativando os vários egos.

O Todo, que é uno com a sua consciência, se manifesta em miríades de formas. O que aconteceria se nos tornássemos cientes do Todo, às vezes chamado de Espírito, e mudássemos nossa consciência para ela? Se o fizermos, nos elevaremos acima do ego, ampliaremos nossa consciência, abandonaremos as identificações e pensamentos limitantes e expandiremos nossa consciência .

Para se elevar acima do ego limitado, é necessário algum trabalho interno.

Cada um de nós desempenha o papel de um ator específico no palco da vida, por meio do ego. Este ego é a máscara que esconde a verdadeira Centelha Divina que somos. A identificação com o papel que desempenhamos nos faz esquecer nossa verdadeira essência, e pensar e agir de acordo com o ego com o qual nos identificamos.

Esquecemos nossa verdadeira essência por ver o mundo com os olhos do ego.

Esta é a razão do sofrimento, infelicidade, raiva, conflitos, falta de satisfação e todos os outros sentimentos negativos.

Como você pode se elevar acima do ego? Por meio do trabalho interior, saindo da sua zona de conforto, tornando-se tolerante e atencioso, aprendendo o desapego emocional e por outros meios, como atenção plena e meditação.

Isso vale nosso tempo e esforço? Sim, vale a pena o tempo e o esforço. Você obterá muitos benefícios no caminho, como paz interior, melhor foco, mais bom senso, melhor julgamento, felicidade, capacidade de se relacionar bem com as pessoas e muito mais.

Pensamentos e crenças nos fazem ver o mundo através de certos óculos coloridos. Se retirarmos os óculos, veremos a vida como ela é, sem as diferenças. Então, veremos além da ilusão, das limitações e das crenças estabelecidas.

“O ego é apenas uma ilusão, mas muito influente. Deixar que a ilusão do ego se torne sua identidade pode impedi-lo de conhecer seu verdadeiro eu. Ego, a falsa ideia de acreditar que você é o que você tem ou faz, é uma forma retrógrada de avaliar e viver a vida”. - Wayne Dyer

“O ego, entretanto, não é quem você realmente é. O ego é a sua autoimagem, é a sua máscara social, é o papel que você está desempenhando. Sua máscara social prospera com a aprovação. Ela quer o controle e é sustentado pelo poder porque vive com medo ”. - Ram Dass

“Reclamar é uma das estratégias favoritas do ego para se fortalecer.” - Eckhart Tolle


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.