Header Ads

Como Incorporar a Atenção Plena em Sua Vida em 7 Dias


Estar atento é uma habilidade inestimável no mundo cada vez mais irracional de hoje. Quando aprendemos como estar atentos, aprendemos como acessar aquela parte secreta de nós mesmos que abre a porta para a autodescoberta e a autoaceitação autênticas. É a parte adormecida de quem somos que nos permite viver verdadeiramente o momento, mas geralmente é a parte mais negligenciada em nosso estado de ser oprimido e distraído.

Se você deseja se tornar mais feliz, mais bem-sucedido e mais realizado, precisa desenvolver uma prática de atenção plena que lhe permita entrar em contato com seu eu interior. Ao aumentar sua atenção plena, você pode aumentar sua saúde física e seu bem-estar mental, e pode melhorar os relacionamentos que mais significam para sua carreira pessoal e profissional. Preso em uma rotina e procurando uma nova maneira de viver? Tente estar presente no momento e cultive intencionalmente a atenção plena de que você precisa para prosperar.

O que é atenção plena?

Quando pensamos em estar atento, geralmente presumimos que significa simplesmente ser bom (para nós mesmos e para os outros) - mas é muito, muito mais do que isso. Mindfulness(atenção plena) é uma ferramenta poderosa e um poderoso estado de ser que pode nos ajudar a desbloquear nosso verdadeiro potencial e criar ambientes e experiências mais amorosas, compassivas e gratificantes para nós mesmos. É estar presente no momento e estar ciente de onde estamos e de como nos sentimos.

A plena atenção é um aspecto inato de quem somos, mas frequentemente fica enterrada sob o caos maníaco da vida cotidiana. Podemos voltar a ter contato com essa consciência, no entanto, trabalhando para incorporar intencionalmente esse estado de ser em nossas vidas. Reaprender como nos conectarmos com nós mesmos é uma habilidade inestimável e com muitos benefícios para nossas vidas internas e externas. Se você está procurando revigorar sua vida, procure aprender como aproveitar sua atenção plena natural.

Aprendendo a ser mais consciente.

Perder o contato com nossa natureza consciente pode ser prejudicial para o nosso bem-estar físico e mental. Esquecer de prestar atenção às nossas temperaturas emocionais pode levar à fadiga, esgotamento e uma série de distúrbios mentais e físicos que são desafiadores e transformadores. Descobrir a verdadeira felicidade em nossas vidas geralmente se resume a aprender como ser mais consciente.

Quando aprendemos como ser mais conscientes, na verdade desbloqueamos avenidas poderosas de inteligência emocional, que por sua vez nos permite lidar melhor com o estresse tóxico que permeia nossas vidas. Doenças cardiovasculares, pressão alta e depressão clínica grave são apenas alguns dos efeitos colaterais de viver uma vida estressada ao máximo e focada em tudo, exceto no aqui e agora. Aprender a ser mais consciente pode transformar nossas percepções e nossa saúde - mas também traz uma série de outros benefícios surpreendentes.

Os benefícios de incorporar intencionalmente a atenção plena em sua vida.

Tornar-se mais consciente em seu dia-a-dia pode inspirar e fortalecer algumas transformações realmente importantes em sua vida. Conectar-se a quem você é no momento permite que você desbloqueie o poder de suas emoções e forças pessoais, enquanto constrói novos aspectos de seu eu autêntico que, de outra forma, permaneceriam enterrados. Mais do que apenas melhorar sua saúde, a atenção plena intencional tem o poder de aumentar seu bem-estar mental e sua experiência de vida; duas coisas que todos nós poderíamos usar um pouco mais.

Previne a depressão

Atenção plena - quando combinada com terapia cognitiva - pode ser um grande benefício na batalha contra a depressão. A terapia cognitiva baseada na atenção plena ajuda aqueles em risco de depressão no combate a pensamentos, sentimentos e crenças negativos sobre si mesmos, ajudando assim a manter a depressão sob controle. A pesquisa também mostrou que esse tipo de terapia de atenção plena pode prevenir a recorrência da depressão tão eficazmente quanto os antidepressivos.

Melhora a satisfação corporal

Muitos de nós lutamos com a insatisfação corporal, mas ficar mais atento é, na verdade, uma ótima maneira de combater isso. Demonstrou- se que aqueles que se dedicam a exercícios de atenção plena intencionais têm maior autocompaixão e um maior senso de autovalor continental. Resumindo - dedicar algum tempo para se conhecer é realmente bom para sua auto-estima e para a maneira como você vê e aprecia seu corpo.

Melhora cognitiva

Alguns pesquisadores descobriram que mesmo um breve treinamento de atenção plena melhora a capacidade cognitiva. Demorar para estar presente no momento tem demonstrado aumentar nossa capacidade de prestar atenção e melhorar nossa memória de trabalho e função executiva. Quando nos conectamos ao nosso verdadeiro eu, encontramos algumas forças surpreendentes que nos permitem viver melhor com o estresse da vida diária e nossas decisões nesse mundo.

Reduz distrações

A vida moderna requer que nossa atenção seja dividida em cerca de 100 maneiras diferentes. Isso pode nos distrair, entretanto, e nos impedir de alcançar nossos objetivos ou de concluir o trabalho interno de que precisamos para prosperar. Aprendendo como ser mais atento - intencionalmente - podemos melhorar o fluxo de informações sensoriais em nossos cérebros, permitindo-nos processar melhor o estresse e o excesso de informações que constantemente nos bombardeiam.

Diminui o estresse

A atenção plena é considerada um elemento-chave quando se trata de lidar efetivamente com o estresse. Quando aprendemos como estar presentes no momento e como estar presentes com nossas emoções, aumentamos a resiliência e diminuímos nossas tendências de evitação - aprendendo, por fim, a enfrentar as coisas que estão nos deixando para baixo ou nos mantendo presos. Esse tipo de nova abordagem tem uma maneira engraçada de desbloquear um novo potencial, ao mesmo tempo que nos capacita a fazer as mudanças necessárias para a felicidade e a realização em nossas vidas.

Um guia de 7 dias para construir a atenção plena em sua vida.

Criar uma rotina regular de atenção plena é o primeiro passo para cultivar essa atenção em nossas vidas. Em vez de ser um processo complexo que leva dias e semanas em introspecção, o desenvolvimento de uma prática pode ser feito em apenas 7 dias. Concentrando-se e focando em coisas como gratidão, compaixão e aceitação, você pode criar a atenção plena de que precisa para prosperar em qualquer circunstância.

Dia 1: Foco na gratidão

No primeiro dia, encontre um espaço tranquilo (onde você não seja interrompido) e reserve alguns minutos para apenas fechar os olhos e respirar fundo algumas vezes. Sinta-se no momento presente e deixe as preocupações e estresses que congestionavam sua mente - mesmo que apenas por alguns momentos.

Depois de limpar sua mente, concentre sua atenção nas coisas de sua vida pelas quais você é grato. Tente pensar em todas as coisas, grandes e pequenas, que trazem alegria, felicidade ou realização para as esferas e relacionamentos pessoais e profissionais. Como eles fazem você se sentir? Deixe que essas emoções cheguem até você e permaneçam como quiserem.

Reserve pelo menos 10-15 minutos para pensar sobre as coisas em sua vida pelas quais você é grato. Defina um cronômetro e - no final do processo - reserve mais 5 minutos ou mais para registrar a experiência e como essas coisas em sua vida o fazem sentir. Sempre que você estiver lutando para estar presente no momento, ou para lidar com algum novo obstáculo, consulte o diário. Você ainda está grato por essas coisas? Vale a pena superar esses desafios? Deixe que eles sejam a inspiração que o guiará pelos tempos difíceis.

Dia 2: Seja compassivo

O segundo dia de sua jornada de atenção plena é sobre compaixão. Somos rápidos em estender compaixão a nossos amigos e familiares, mas muitas vezes não estamos dispostos a estender essa mesma compaixão a nós mesmos. Ao usar o segundo dia para se concentrar na compaixão, você pode desbloquear parte da falta de auto-aceitação de que precisa para realmente desbloquear sua felicidade.

Encontre novamente o seu espaço tranquilo e tire os primeiros minutos para fechar os olhos e recuperar o fôlego. Assim como antes, deixe de lado todos os pensamentos que o atormentam desde o dia. Eles não são necessários aqui. Em vez disso, concentre-se no ambiente e na intenção de diminuir a dor e o sofrimento daqueles que você encontra ao longo do dia - incluindo você.

Mudar para esse foco nos permitirá ver o mundo através de uma lente diferente e, portanto, nos ver de forma diferente através dessa mesma lente. Quando colocamos nosso foco na compaixão, naturalmente aumentamos essa compaixão quando se trata de aplicá-la às nossas próprias circunstâncias. É o primeiro passo para a aceitação, que é outro ingrediente necessário em qualquer estado próspero de plena consciência.

Dia 3: Aprendendo a aceitar

O terceiro dia de sua nova jornada de atenção plena é aprender a aceitar a si mesmo e a maneira como você se sente e reage ao ambiente ao seu redor. Todos nós temos nossa bagagem e as experiências que definem quem somos no momento, mas essa pessoa está sempre mudando. Para realmente aprender a viver o momento, temos que aprender a nos aceitar como somos.

Deixe de lado todos os julgamentos e noções preconcebidas que você tem sobre você e os outros. Lembre-se de que o único comportamento dentro da esfera de seu controle é o seu próprio.

Se há algo de que você não gosta em você - faça um plano para mudar isso - mas só depois de encarar ousadamente e aceitar o que é. Aceitação é a chave para toda mudança e compreensão, mas geralmente é o obstáculo mais difícil de superar. Somente quando aceitamos algo que está dentro de nossa natureza, podemos cavar sua carne e chegar a um plano para mudá-lo ou transformá-lo. Passe alguns minutos no terceiro dia praticando essa autoaceitação radical e procure incorporá-la à sua rotina regular.

Dia 4: Mergulhe fundo no propósito

O propósito é o que dá sentido à nossa vida. É o que nos impulsiona e é o que nos empurra em direção às pessoas e coisas que trazem energia e realização para nossas existências. Quando aprendemos como definir o propósito por trás do porquê fazemos o que fazemos, podemos criar vidas que são mais autenticamente nossas e mais autenticamente compatíveis com quem somos em nossa essência. Se quiser ser mais consciente, você precisa mergulhar fundo em busca de propósito e precisa fazer isso agora.

No quarto dia de sua nova jornada de atenção plena, aproveite os momentos de tranquilidade para se concentrar e considerar o propósito que você tem em sua vida. Afaste-se de suas responsabilidades e compare-as com as coisas que realmente inspiram suas paixões ou ambições. Quais são as coisas que fazem seu coração cantar e sua alma palpitar? Essas são as coisas que você deve buscar no seu dia-a-dia.

Considere o seu propósito final nesta vida. Considere também onde você está agora e onde deseja estar em 10, 20 ou 50 anos a partir de agora. Que passos você pode tomar para se aproximar de seus objetivos? Que mudanças precisam ser feitas para que você sinta que está fazendo o que deveria fazer? Somente quando encontrarmos as coisas que realmente nos satisfazem, podemos desbloquear a verdadeira felicidade em nossas vidas. Ao ficarmos atentos, podemos nos aproximar desse propósito e das coisas que melhoram quem somos e nos ajudar a chegar onde queremos estar.

Dia 5: Começando a perdoar

O perdão é um processo difícil e que leva muito tempo para ser dominado de verdade. É uma parte essencial da atenção plena, entretanto, e uma habilidade que frequentemente esquecemos de usar em nossos erros e passos em falso. Embora estejamos dispostos a perdoar um cônjuge ou pai, muitas vezes é difícil nos perdoar até mesmo pelos erros de cálculo mais simples. Passe o quinto dia focando no perdão e descubra como você pode praticar essa habilidade em si mesmo todos os dias.

Ao fechar os olhos para começar o quinto dia de reflexão tranquila e ininterrupta, concentre-se primeiro em perdoar a si mesmo e depois em perdoar os outros. Somente quando chegarmos à raiz de onde erramos e nos perdoarmos, poderemos realmente dar esse mesmo perdão profundo aos outros. Nós somos o que pregamos. Olhe bravamente para seus erros  passados e entenda que eles eram quem você era, não quem você é. Deixe-os passar por você e descansar no passado a que pertencem.

Perdoe não apenas consigo mesmo, mas também com o seu processo. Uma tarde não permitirá que você tenha o dom de compreender de repente todos os pontos em que errou. Isso permitirá que você libere o alívio, entretanto, que vem ao encarar as coisas como elas são e deixá-las ir. Ponha um pouco de perdão em sua nova prática a cada dia e busque afirmações como: “ Eu perdôo quem eu era para poder me tornar quem eu preciso ser. “A única pessoa que está te segurando é você.

Dia 6: Comemorando pequenas vitórias

Vivemos em uma sociedade que nos diz para realizar, realizar, realizar, e isso muitas vezes distorce nossa percepção de como é a verdadeira realização. Embora a TV e nossos pais possam pregar o sucesso material como a única maneira de avaliar como estamos indo, há muito mais em ser uma pessoa de sucesso do que apenas se sair bem no trabalho ou ter uma família enorme. Reservar um tempo para comemorar as pequenas vitórias ajuda muito a nos fazer sentir melhor sobre nós mesmos e sobre quem somos.

Tome seu tempo de consciência neste dia para se concentrar nas pequenas vitórias em sua vida, e então reserve algum tempo para celebrá-las. Registre-os em um diário ou compartilhe-os com um amigo. Não se intimide com a mais ínfima das vitórias e reconheça o que lhe custou para conseguir até mesmo a menor das vitórias.

Também é importante dedicar um tempo para reconhecer os hábitos que o ajudaram a alcançar essas vitórias. Aprecie o valor agregado que eles trouxeram à sua vida e aprecie também o esforço que você fez para mudar esses hábitos ou mudá-los de forma que eles permitissem que você os realizasse. Parte de ser mais consciente é ser capaz de estar verdadeiramente presente nas partes positivas de nossas vidas. Esteja presente no momento e deleite-se com o seu sucesso. Às vezes, apenas sair da cama é uma conquista quando você está aprendendo a estar mais presente.

Dia 7: Tomando um tempo para refletir

Assim como você pode encerrar a semana de trabalho com uma rápida retrospectiva do que abordou - parte da criação de uma plena consciência próspera em sua vida requer aprender a olhar para trás e ver como você se destacou no passado.

No sétimo dia de sua nova jornada, reserve algum tempo para relembrar seus pensamentos durante a semana e observe quaisquer melhorias que você possa ter feito no que se refere a suas emoções ou percepções de certas situações.

É uma boa ideia tornar esse tipo de reflexão uma parte regular de quaisquer rotinas de atenção plena que você possa incorporar à sua vida. Somente realizando exames regulares com nós mesmos podemos realmente rastrear nosso progresso e manter um registro preciso de onde estamos e quão longe chegamos. Você não vai desvendar os segredos para a atenção total e absoluta em apenas uma semana, mas pode se dar uma grande vantagem. Aproveite o tempo para olhar para trás do ponto B ao ponto A. Você pode se surpreender com o progresso que você fez em tão pouco tempo.

Conclusão

Mindfulness é uma ferramenta poderosa que devemos incorporar em nossas vidas por sua infinidade de benefícios. Criar atenção plena genuína pode transformar nossa saúde física e ajudar a melhorar nossa função cardiovascular, bem como a maneira como nosso corpo responde ao estresse. Além de seus muitos benefícios físicos, ele também oferece uma série de benefícios mentais, o menor dos quais é sua capacidade de ajudar a aliviar e prevenir a depressão e a ansiedade.

Você pode criar a base de uma rotina de atenção plena transformadora em apenas sete dias, mas concentrando-se nos aspectos da cura que são mais importantes para aprender como se reconciliar com o ambiente. Concentrando-se na gratidão e na compaixão, enquanto aprende como estender a aceitação verdadeira e radical a si mesmo e à sua situação - você pode aumentar sua atenção plena e começar a mergulhar fundo em busca de significado que é tão necessário para se sentir realizado e alegre. Comece a estar presente no momento, perdoando a si mesmo como você perdoa os outros e celebrando suas vitórias, não importa quão pequenas sejam. Somente quando aprendermos como nos amar e nos valorizar por quem somos e como nos sentimos, podemos desbloquear nossos verdadeiros destinos que estão apenas esperando para serem construídos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.