Header Ads

Como Identificar Mentirosos na Internet


O mundo digital abriu nossas vidas de várias maneiras. As conexões sociais podem ser feitas com o clique de um botão, tornando-se um lugar fácil e rápido para conhecer pessoas. 


Essa facilidade significa que você pode alcançar milhões de pessoas, interagir e ter conversas, além do controle para responder ou ignorar quem quiser, o que pode ser muito mais difícil no mundo real. Construir vários relacionamentos ao mesmo tempo se torna a norma on-line com as pessoas que vivem em qualquer canto do mundo.

Mas qual é a desvantagem de tudo isso? O problema é que, com a facilidade de construir relacionamentos com os outros, aumenta o risco de ser enganado. De acordo com dados do Núcleo de Combate aos Ciber Crimes da Polícia Civil do Paraná (NUCIBER), desde 2015, 43 mulheres já caíram no “Golpe do Amor” em todo o Estado, com perdas financeiras que passam de R$100 mil reais. 

Se o mundo digital é um ótimo lugar para construir novas conexões e melhorar nossas vidas, por que mais e mais pessoas se apaixonam por esses golpes on-line do que provavelmente no mundo real?

Como nossas mentes funcionam: o viés da verdade

Para que nossas relações sociais, profissionais e até governamentais funcionem, é preciso que haja uma certa confiança. Isso ocorre porque questionar a veracidade das pessoas a todo momento não cria relacionamentos harmoniosos. Em outras palavras, tornou-se um padrão social ignorar inconsistências, porque queremos confiar que o que ouvimos, vemos e lemos é a verdade. Isso é conhecido como viés da verdade.

E embora o viés da verdade seja essencialmente uma maneira pacífica e amigável de percorrer o mundo, infelizmente ele fornece uma vantagem ao mentiroso comum.

A presença online retira pistas verbais e físicas da vida real que a comunicação face a face fornece, que é uma maneira de se apaixonar pelas palavras de um mentiroso. Muitas pessoas, porém, descartam discrepâncias para evitar questionamentos iniciais e preferem acreditar que estão falando com uma pessoa verdadeira.

A internet age essencialmente como uma máscara, dificultando realmente saber com quem estamos trocando palavras. No mundo real, podemos sentir a energia ou a linguagem corporal de uma pessoa, o que ajuda a criar uma imagem mais completa. Mas, por trás de uma tela, dependemos de técnicas mais práticas para descobrir uma pessoa que nosso cérebro não foi capaz de criar dados suficientes para identificar um amigo ou inimigo sem essas interações físicas.

Por que a Internet não é o que parece

A maioria das pessoas coloca sua personalidade na internet na forma de um perfil no Facebook, Twitter, Instagram ou site de namoro e quase todo mundo é culpado ao usar filtros, fazer photoshop ou ajustar suas fotos de alguma forma. Na maioria dos casos, é inofensivo. Muitas vezes exageramos nossos hobbies e interesses para nos fazer parecer melhores para os outros. Novamente, isso pode ser uma coisa subconsciente e bastante inocente, porque todos queremos construir uma imagem única e interessante para atrair pessoas.

No entanto, todos sabemos que existem pessoas que exageram a verdade quando se trata de seus perfis, o que pode ser difícil de identificar. A vida deles parece quase perfeita com a educação superior, as habilidades multilíngues e o trabalho de alto rendimento. Isso pode realmente ser verdade? Como você pode confiar que é uma pessoa genuína?

Como descobrir mentirosos em um mundo digital

Construir relacionamentos online é uma ótima maneira de conhecer novas pessoas e na maioria das vezes nem tudo é ruim. Ser cauteloso, no entanto, é obrigatório, porque você não tem essas pistas verbais ou físicas instintivas das quais normalmente trabalha.

Ter as habilidades necessárias para decodificar a personalidade, a sinceridade e a veracidade de uma pessoa do outro lado da tela é uma questão de sentir a pessoa e fazer palpites.

Adivinhações educadas são uma maneira aberta e cautelosa de conhecer alguém que talvez você não veja pessoalmente. Se você estiver construindo um relacionamento on-line:

Faça algumas suposições primeiro. Pelo que você vê, tente encontrar lados positivos e negativos para eles. Isso ajudará a manter uma visão equilibrada, sem que o viés da verdade aponte imediatamente. Olhe para a pessoa em geral, não apenas o que ela diz ou o que outra pessoa diz sobre ela.

Faça uma pesquisa na Internet sobre eles. Pode parecer perseguição, mas é útil garantir que os perfis diferentes mostrem consistência em todos os aspectos. Isso inclui consistência de informações e personalidade em termos do que eles compartilham ou de como interagem.

Procure evidências de que todas as informações estão alinhadas. Relembre suas suposições iniciais sobre a pessoa e veja se elas correspondem (ou não) a alguma das informações que você coletou. Depois de ponderá-lo, você poderá ver se as evidências apoiam um palpite sobre o outro.

Ao avaliar alguém online, você precisa ser lógico, em vez de confiar no instinto que nos serve melhor quando vemos alguém cara a cara. Ter uma abordagem mais lógica anulará a tendência de permitir que o viés da verdade se sobreponha e, portanto, reduza a vulnerabilidade de ser enganado.

Da próxima vez que encontrar alguém online, dê um passo atrás e permita-se ser cauteloso. Embora seja bom confiar nos outros, esteja ciente do viés da verdade que todos costumamos usar ao interagir com os outros e verifique se você não se torna vulnerável aos golpistas.

Um comentário:

  1. Conteúdo de extrema importância... infelizmente o que mais há são esses mesnrirosos de internet! Hoje ja não sabemos com exatidão quem é quem. Grata pela postagem! 💕💕💕

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.