Header Ads

Cinco regras budistas para o bem-estar


Os budistas acreditam que você só pode ser feliz quando atinge a paz interior. E a paz interior, dizem eles, vem de seguir algumas regras simples que têm a ver com o seu bem-estar.

O budismo tibetano é uma filosofia pacifista em que a felicidade humana é o elemento central. No entanto, ao contrário das crenças ocidentais, os budistas não acreditam que felicidade significa ser realizado ou próspero. Pelo contrário, se você quer ser feliz, precisa encontrar paz interior. Para alcançar a paz interior, você deve seguir as cinco regras de bem-estar.

Os budistas criaram as regras de bem-estar com base no que eles chamam de “venenos” da vida. Esses são todos os sentimentos e situações que controlam você e afetam sua paz. Esses venenos são ódio, ansiedade, arrogância, egoísmo e inconformismo.

As cinco regras para o bem-estar foram elaboradas para ajudá-lo a evitar ou se livrar desses cinco venenos. Enquanto estiverem dentro de você, as emoções que eles provocam intoxicam e prejudicam você. No final do dia, eles trabalham contra a sua felicidade e bem-estar. Portanto, se você está procurando paz interior, deve seguir as regras que compartilho com você hoje.

Cada lugar está aqui e cada momento é agora.  - Buda

1. Deixe de lado o ódio

O ódio é uma emoção complexa e profunda. Consiste em raiva, rejeição, ressentimento e aversão, entre outros. Consequentemente, é um sentimento muito invasivo que afeta a maneira como você vê o mundo. Enquanto você tiver ódio em seu coração, você não será feliz.

É por isso que os budistas incluem o ato de liberar o ódio do coração como uma de suas cinco regras. Obviamente, é muito mais fácil falar do que fazer. Para realmente se libertar do ódio, você precisa de uma boa dose de empatia.

É tudo uma questão de ver as coisas através de lentes empáticas. Se você sente ódio por alguém, tente entender suas falhas e limitações. Ver as pessoas com empatia o ajudará a perdoar e abandonar o ódio.

2. Deixe de lado suas preocupações

As preocupações vêm de antecipar ansiosamente o futuro. Em outras palavras, é a expectativa de que algo desagradável possa acontecer, algo que cause dor ou desconforto. As preocupações não vêm da mente racional. Se fosse uma questão de ser racional, você simplesmente tentaria descobrir uma maneira de mitigar o risco.

A melhor maneira de livrar sua mente de preocupações é existir firmemente no presente. Em vez de pensar no que pode acontecer, esteja no aqui e agora e tire o melhor proveito disso.

Isso não apenas aliviará sua ansiedade, mas também nutrirá a confiança que você tem em si mesmo.

3. Liberte o seu espírito de arrogância

Um dos aspectos mais paradoxais da arrogância é que ela o torna vulnerável. Quando você se sente superior às outras pessoas, é mais provável que você fique com raiva de si mesmo por qualquer pequeno erro que cometa. Também é mais fácil se sentir um fracasso quando alguém o critica ou deixa o elogio das pessoas ser sua motivação.

Levar-se muito a sério só traz problemas. Você pode evitar isso sendo humilde e entendendo que a vida não é longa o suficiente para aprender tudo o que você gostaria de aprender ou atingir todos os seus objetivos. Sem arrogância, a vida parece mais leve.

4. Aprenda a dar

Os budistas se concentram muito na importância da generosidade. Pessoas que acreditam em si mesmas e não desejam sofrer para ninguém têm essa virtude. A generosidade enriquece a vida de todos.

Dar é uma espécie de poder pessoal. Quando você dá de coração, você se sente mais forte. Expande o seu próprio ser e contribui para o seu bem-estar. No final do dia, o bem-estar é o fruto que você colherá para você e para os que estão ao seu redor.

5. Aceite mais e espere menos

Outra regra importante para o bem-estar é aprender a aceitar todas as experiências que você tem. Cada pessoa que você encontra e cada situação com a qual você lida na vida traz um presente. O problema é que nem sempre conseguimos identificá-lo.

Em vez de reclamar do que está acontecendo com você, coloque isso no contexto de um aprendizado para aumentar seu bem-estar. A melhor parte é que você terá a capacidade de transformar situações negativas em oportunidades de crescimento.

As regras de bem-estar da tradição budista tibetana são um guia para a vida. É fácil tornar a vida desnecessariamente complicada. Essas regras nos lembram que a única coisa importante é viver de forma simples, com uma atitude humilde e positiva para consigo mesmo e para com os outros. O resto são só detalhes.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.